Atendimento: (61) 98401-1944 (Whatsapp)

Etiqueta no século XXI

Regras de etiqueta rígidas não combinam com o mundo contemporâneo. Mas no ambiente globalizado em que vivemos, onde se dá o encontro de várias culturas e convivem diferentes estratos sociais, para a boa convivência é preciso bom senso, é preciso compreender e usar habilidades que facilitem o trato social.

Etiqueta no Seculo XXI

Abordar essas questões e orientar na utilização de um código globalizado que facilite essa convivência, seja na vida em sociedade, seja no ambiente de trabalho, é o propósito do curso Etiqueta Social e Etiqueta à Mesa, que a especialista Silvia Seabra realiza.

“Etiqueta é a arte de saber conviver”, pondera. “A etiqueta moderna, adaptada ao século 21, nada tem de parecida com a antiga etiqueta, de regras rígidas de comportamento. Hoje, a palavra refere-se muito mais à qualidade do relacionamento entre as pessoas. Na prática, funciona como um código globalizado”, explica.

Silvia tem orientado centenas de pessoas, inclusive no mundo corporativo para facilitar essa convivência, especialmente considerando as diferenças com que temos que conviver no dia-a-dia. “Viver em sociedade não é nada fácil, muito menos quando precisamos nos portar de maneira diferente da qual estamos acostumados”.

Ela acredita que “nunca a etiqueta social foi tão necessária quanto agora”, pois entende que “a falta de habilidade, de compreensão e de trato pessoal prejudica as relações”.

E procura dissepar os temores de quem acha que etiqueta é algo “difícil, constrangedor e embaraçoso na hora de pôr em prática”. Na verdade, argumenta, “a etiqueta tem o objetivo de facilitar e não de complicar”. E está segura de que “noções de etiqueta são indispensáveis no dia a dia, em razão da crescente necessidade de aprimoramento do sucesso profissional e pessoal”.

O Programa do curso inclui noções de etiqueta social, com abordagem de questões ligadas à imagem pessoal, à comunicação com o outro (que inclui cumprimentos e apresentações) e a etiqueta na era informatizada. Os trajes e suas denominações (não é confuso atualmente, com tantos códigos de trajes diferentes que chegam nos convites?) está na programação, assim como a questão da pontualidade.

A segunda parte, está dedicada à mesa. de modo que o convívio em uma refeição seja agradável e possibilite desfrutar da melhor maneira o que está sendo servido. Brindes, atitudes e situações embaraçosas serão abordadas, além de orientação completa para os anfitriões: convidar e receber; como organizar a mesa, incuindo dispor e usar talheres, pratos e copos.

Comente com o Facebook

comentários

Deixe uma Resposta.

Newsletter

Contato

Whatsapp: (61) 98401-1944
Email: silvia@silviaseabra.com.br
Muito Mais Que Etiqueta - CNPJ: 19.933.120/0001-70

Redes Sociais